OUÇAS... COM O CORAÇÃO

domingo, 31 de janeiro de 2010

Mundos inexplorados



"Certos mundos permanecem inexplorados...
Até que algum desbravador insurge em sua história".

Quando a mente do homem se fecha para o desconhecido, parece que não há nada que o faça enxergar tamanha riqueza de vida que está presente à sua volta.
O mundo em que vive não passa de uma minúscula criação de sua própria mente que de tão fechada o comprime cada vez mais.
Perde-se o prazer de viver, perde-se a alegria de descobrir coisas novas, perde-se a vontade de aproveitar essas mesmas coisas novas...
Mas o dia chega, feliz para os que realmente chegam, em que os olhos se abrem e passa-se a ver o além da imensidão de nossos próprios medos e receios.
Descobre-se neste ponto, que o que se imaginava não passava de simples fantasia geradas pelas inexperiências de nossa própria existência.
Outro sim, percebe-se que um primeiro passo foi dado em direção às páginas brancas de sua própria história e é também neste ponto que nos apropriamos das armas necessárias para escrevermos nosso próprio destino.

Se teremos sucesso nesta empreitada, um dia saberemos, ou talvez nunca venhamos a saber, resta-nos, até lá, viajar rumo aos mundos inexplorados de nosso viver.

2 comentários:

MARIA disse...

"... viajar rumo aos mundos inexplorados de nosso viver."

Passo a vida a viajar em meus pensamentos, e quem sabe um dia encontre um mundo que encaixe no meu viver.

Um grande beijo Amigo. Adorei ler-te. Aliás, Estava mesmo a precisar de o fazer!

Maria

Carval disse...

É sempre um prazer tê-la por aqui!

Beijos!