OUÇAS... COM O CORAÇÃO

quinta-feira, 11 de junho de 2009

Se o poeta é um fingidor... (Como diz Fernando Pessoa)

Estou aprendendo a ser poeta.
Estou aprendendo a fingir que é dor
a dor que sinto de verdade...

2 comentários:

João Pedro disse...

Fernando Pessoa fingia quando dizia fingir, para que ninguém soubesse que afinal havia ali um coração que sentia. Na minha opinião, não é possivel escrever poesia ser sentir, sem acreditar na dor. Todos somos poetas no sentir. Nós só escrevemos o que todos sentem...
E tu Caval, fá-lo bem!

Abraço e bom fim de semana,

Carval disse...

Falaste tudo João, obrigado!
Agradeço o elogio e espero que visite minha humilde toca mais vezes!